Quem Somos

Em clara expansão a Sociedade Anónima Iberagree já superou as suas expectativas iniciais e ultrapassou o seu sentido etimológico de Acordo Ibérico para uma dimensão Internacional. 
A abertura da empresa aos mercados Asiático, Africano, Americano, associado a uma franca expansão Europeia, faz da Iberagree, um caso de sucesso na actual conjuntura socioeconómica. 
A aposta no AVAC, Construção Civil, Carpintaria e o processo de certificação da empresa fazem com que concorramos a obras de maior envergadura e responsabilidade. 
Contamos com uma equipa jovem, dinâmica e bem formada que se encontra atenta e aberta a bons investimentos...


Uma resenha história da empresa pelo director Paulo Silva

A empresa Iber Agree surge após onze anos de trabalho em nome pessoal, ou seja, foi necessário uma minuciosa análise dos mercados e das possibilidades de crescimento dentro da área da construção civil. Assim, em 2003 inicio a aventura Iber Agree. Digo aventura porque está marcada de muitas histórias e de grandes acontecimentos que aos poucos irei desvelar.
 
Criei o nome Iber Agree por vários motivos. Primeiro porque na minha experiência como empresário apercebi-me do percurso que a construção civil ia desenhando ao longo dos anos. Deste modo, cedo percebi da necessidade de abrir perspectivas de mercado além fronteiras associado à emergência da carpintaria em território espanhol. Assim deixamos de investir apenas na construção civil e abrimo-nos ao desafio da carpintaria de limpos. Foi nesta conjuntura que surgiu o nome Iber Agree, Acordo Ibérico. Além disso, senti que era um nome sonante que desperta a atenção. Com o tempo fui criando uma equipa sólida não só nas obras mas também no escritório. Juntos fomos sonhando aquilo que a Iber Agree é hoje.
 
O passar dos anos trouxe consigo maturidade à empresa e, consequentemente mais facturação e responsabilidade. Em jeito de curiosidade facturamos cerca de 1 milhão de euros em 2006, 8 milhões em 2008 e fechamos 2010 com cerca de 10 milhões (apesar da crise socioeconómica que atravessamos).
 
Tudo isto graças a medidas que fomos implementando ao longo dos anos tais como a criação de um software de gestão e controlo de produção. Com isso, não só temos acesso às receitas e despesas em tempo quase instantâneo como valorizamos os recursos humanos da empresa. De facto, temos investido muito na formação dos nossos trabalhadores que, gradualmente, foram recebendo responsabilidades e formação nas áreas da informática, gestão, idiomas e higiene e segurança no local de trabalho. Um trabalhador Iber Agree sabe que o seu papel não é apenas de alguém que presta um serviço e é pago por isso, mas alguém que tem o direito e dever de crescer pessoal e profissionalmente. Desejamos que a pessoa se sinta realizada e que consiga atingir os seus próprios objectivos numa dinâmica de cooperação e conciliação trabalho e família.
 
Para tal, investimos fortemente, em pessoas especializadas em recursos humanos e acompanhamento profissional. Investimos, também em pessoas especializadas em estudo e análise de mercado nacional e internacional para assim fazermos face à competitividade nas nossas áreas de acção. Na área da carpintaria temos a trabalhar connosco pessoas especializadas em desenho, fabrico e aplicação de mobiliário. Neste momento temos já uma marca própria em Marrocos: “Flávia” para onde exportamos os nossos produtos realizados na nossa fábrica.
 
Como podemos ver e reflectir a experiência e desafios “obrigaram-nos” a abrir horizontes ao nosso projecto inicial de trabalho em contexto Ibérico. Assim, a Iber Agree, é neste momento de cariz mundial uma vez que estamos representados em Portugal, França, Alemanha, Espanha, Marrocos, Turquemenistão, Rússia, Suíça, Arábia Saudita, Argélia, Guiné, Barbados, Bahamas, Inglaterra e Luxemburgo.  
 
Associado a esta abertura aos mercados internacionais, surge, também a nossa terceira vertente de intervenção o AVAC. Nestes últimos anos, investimos bastante nesta áreas fazendo-nos representar em grandes obras públicas como escolas e hospitais de grande envergadura.
 
A nível de viabilidade da empresa, esta continua em franca expansão. O Estado nos últimos cinco anos aceitou duas candidaturas de formação aos nossos colaboradores, por exemplo no ensino da língua espanhola e francesa, inglesa e a formação na área informática. A nossa empresa encontra-se em processo de Certificação pela SGS, algo que nos orgulhamos muito e que trará ainda mais qualidade e responsabilidade à nossa instituição.
 
A Iber Agree pauta também pelo seu cariz extra-empresarial no que concerne a actividades que visam o melhoramento do ambiente institucional e a proximidade entre colaboradores através de festas regulares. Todos os anos ritualizamos o dia da empresa e a festa de natal onde convivemos, e realizamos espectáculos de variedades onde cada elemento é participativo e dinâmico. Além disso, colaboramos com entidades municipais e paroquiais aqui da região do Douro Litoral. Em relação à dimensão social a Iber Agree encontra-se sensível a questões de exclusão e marginalização social fundando uma Associação que em breve dará os primeiros passos.
 
Como projectos futuros pretendemos em primeira instância dar coesão e estabilidade ao nosso grupo de trabalho. A médio prazo queremos dar um passo qualitativo rumo a algo mais desafiador através da cotação da empresa na Bolsa.
 
Estou convencido que a fase de crise que atravessamos pode ajudar-nos a perceber onde estávamos a falhar e onde podemos reorganizarmos para juntos construirmos um futuro mais digno para as gerações vindouras.

o Director,

Atentamente,


Paulo Silva.